INFORMAÇÕES
Visitas: 49993
Bem-vindo ao site da AEDAR - Associação dos Ex-Deputados da Assembleia da República

"Ex-deputados prestam homenagem aos capitães de Abril" SIC Noticias - 23 de março de 2024

"Ex-deputados prestam homenagem aos capitães de Abril" SIC Noticias - 23 de março de 2024

"Nos 50 anos da Revolução de 1974, a associação promove várias iniciativas para assinalar a data. Num encontro em Lisboa lembraram a importância de preservar a democracia conquistada há meio século.


A cerca de um mês dos 50 anos da Revolução dos Cravos, a Associação de ex-deputados da Assembleia da República prestou homenagem aos capitães de Abril.

“Dentro deste espírito”, a associação “vai promovendo uma sequência de atividades muito ligadas à valorização da democracia no nosso país, esta é uma delas.”, disse o presidente da associação de ex-deputados, Jorge Lacão.

Há várias iniciativas previstas para assinalar a data, como uma conferência sobre a temática da responsabilidade dos cargos políticos no exercício da sua atividade.

Está ainda prevista para dia 26 de abril, uma conferência do Parlamento que vai incidir sobre a temática “Portugal antes e depois do 25 de Abril”.

O encontro ficou assinalado com o lançamento de uma serigrafia de António Colaço para celebrar o aniversário dos 50 anos da Revolução. O autor incluiu uma fotografia de Salgueiro Maia, tirada no dia da Revolução, na obra e a original foi oferecida a Natércia Maia, viúva do capitão.

Este foi um encontro que serviu para a partilha de opiniões de ex-deputados, de diferentes partidos, que concordam que é preciso continuar a defender a democracia. Defendem também que os valores conquistados há 50 anos devem ser passados para os mais novos."

https://sicnoticias.pt/pais/2024-03-23-Ex-deputados-prestam-homenagem-aos-capitaes-de-Abril-889ab2b0  


In SIC Notícias


A Associação dos Ex-Deputados da Assembleia da República utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. Ao navegar está a consentir a sua utilização. OK | Saber mais